O Banco

O Masonic Bank surgiu no desejo de apoiar a comunidade maçônica no objetivo de ajudar a sociedade através de seus projetos de transformação e solidariedade.

Sempre trabalhamos no objetivo de trazer os melhores serviços financeiros, com o melhor custo beneficio e ainda distribuir parte do lucro com entidades e organizações de transformação do mundo e da sociedade.

Somos uma organização de irmãos, de mais de uma potencia maçônica, associados a profissionais do mercado financeiro e com ampla experiência em plataformas digitais. 

Atualmente contamos com um centro tecnológico avançado e uma estrutura de administração robusta que atende todas as regulamentações do Banco Central e CVM.

Para dar maior transparência em nossas doações e ações de transformação e solidariedade, firmamos uma parceria com a instituição Welight (https://welight.co/)

A Welight é uma organização híbrida, certificada como empresa B, associada à Worldwide Initiatives for Grantmaking Support (WINGS) e baseada no Brasil e no Reino Unido. 

Porque oferecemos os nossos serviços para a comunidade maçônica?

A maçonaria exige, de seus membros, o respeito às leis do país em que cada maçom vive e trabalha.

Os princípios Maçônicos não podem entrar em conflito com os deveres que, como cidadãos, têm os Maçons. Na realidade, estes princípios tendem a reforçar o cumprimento de nossas responsabilidades públicas e privadas.

Induz seus membros a uma profunda e sincera reforma de si mesmos, ao contrário de ideologias que pretendem transformar a sociedade, com uma sincera esperança de que o progresso individual contribuirá, necessariamente, para a posterior melhora e progresso da Humanidade. E é por isso que os maçons jamais participarão de conspirações contra o poder legítimo, escolhido pelos povos.

Para um maçom, as suas obrigações como cidadão e pai de uma família devem, necessariamente, prevalecer sobre qualquer outra obrigação e, portanto, não dará nenhuma proteção a quem agir desonestamente ou contra os princípios morais e legais da sociedade.

Em função disso, os objetivos perseguidos pela maçonaria são:

  • Ajudar os homens a reforçarem o seu caráter;
  • Melhorar sua bagagem moral e espiritual;e
  • Aumentar seus horizontes culturais.

A Maçonaria tem como objetivo desenvolver o intelecto e o espírito de seus membros e criar neles um compromisso com a transformação e o progresso social. 

Trata-se de um processo de autoconhecimento e um trabalho de lapidação de caráter. 

Com isso, podemos reduzir os preconceitos existentes na sociedade, que dificultam a consolidação da paz e da prosperidade geral.

Nas Lojas Maçônicas reúnem-se livres pensadores de diferentes profissões, segmentos sociais e instrução, mas todos têm como norte a promoção do bem comum, através da exaltação das virtudes humanas, dentre as quais a tolerância, a verdade e a caridade são algumas das mais importantes.

Para que um homem possa ser maçom, porém, ele deve preencher alguns requisitos. 

  • Deve ser livre de consciência, de idoneidade à toda prova; 
  • deve amar e respeitar a sua Pátria e a família;
  • e acreditar na existência de um ser Supremo.

A Ordem Maçônica é iniciática, o que significa que, para se tornar maçom, é necessário passar por um processo de reflexão profunda, pois a Maçonaria exige dedicação e trabalho árduo e constante. Ser maçom é dar de si o tempo todo a todas as pessoas, principalmente à família. É lutar incessantemente contra toda a forma de exploração e despotismo, sejam eles políticos, econômicos ou intelectuais.

A exemplo de qualquer manifestação cultural do ser humano, a Maçonaria é rica em simbolismo. Mas são símbolos que encerram os mais altos ideais, as aspirações mais sublimes, as mais altas virtudes. 

Pois a Maçonaria é uma escola filosófica, cuja proposta é ‘‘Conhece-te a ti mesmo, Ama e Auxilia teu Semelhante’’.